(Português) Duosystem amplia funcionalidades da plataforma de testagem da Coronavac

Press Releases . 21 . October . 2020 . Written by: Marketing
(Português) Empresa especializada em soluções de tecnologia na área da saúde realizou novas adequações na plataforma para atender mais quatro centros de pesquisa.

(Português) A Duosystem, empresa especializada em inteligência e inovação em saúde, desenvolveu e ampliou as funcionalidades da plataforma que o Governo do Estado de São Paulo utiliza para o cadastramento de voluntários interessados em participar dos testes clínicos de fase 3, em humanos, da vacina chinesa contra o novo coronavírus. O objetivo é atender mais quatro centros de pesquisa em Barretos (SP), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT) e Pelotas (RS). Com isso, a quantidade de voluntários do estudo coordenado pelo Instituto Butantan será ampliada de 9 para 13 mil voluntários. Todo o processo promovido pela empresa é anônimo, respeitando as questões éticas e ligadas à segurança da informação.

Segundo informações do Instituto Butantan, o órgão recebeu a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a inclusão de mais voluntários na terceira e última fase de estudos clínicos que estão testando a Coronavac no Brasil. A ampliação também foi aprovada pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Desta forma, os ensaios clínicos passam a acontecer em 16 centros espalhados em 7 estados brasileiros e no Distrito Federal.

A plataforma desenvolvida pela Duosystem garante maior controle e agilidade no processo de triagem dos voluntários em estudo da vacina para Covid-19. “É uma enorme satisfação contribuir com soluções inovadoras para o enfrentamento à pandemia e o fortalecimento da saúde no Brasil”, destaca o presidente da Duosystem, João Paulo Campi.

A solução tecnológica permite que o voluntário interessado responda a algumas perguntas iniciais para saber se tem o perfil necessário para participar dos testes. Após esta etapa, serão informados os endereços dos centros de pesquisa que devem ser procurados para, enfim, iniciarem todos os processos necessários para confirmar a participação. Cada centro ficará responsável pelas informações coletadas dos voluntários, que serão sigilosas.

De acordo com o Instituto Butantan, o perfil dos voluntários que poderão se candidatar ao estudo permanece praticamente o mesmo. Profissionais da saúde que estejam trabalhando no atendimento a pacientes com COVID-19. A diferença é que agora não será feita triagem para verificação de infecção prévia pelo coronavírus.

Até então, os estudos não permitiam a participação de voluntários com mais de 60 anos. Agora, este grupo de pessoas pode se candidatar. Já as mulheres não podem estar grávidas ou estarem planejando uma gravidez nos próximos três meses. Importante lembrar que outra restrição é não apresentar doenças instáveis ou que precisem de medicações que alterem a resposta imune. Cabe destacar ainda que ao todo, são 16 centros de estudos espalhados por 7 estados brasileiros e o Distrito Federal.

Além da nova solução de triagem, a Duosystem também atua diretamente em duas estratégias implantadas pelo Governo do Estado de São Paulo no enfrentamento à Covid-19. Na área de da regulação, foi implantado um plano de ação que determina, entre outras práticas, a elaboração de um esquema especial de gestão de leitos hospitalares na rede pública de saúde. É neste momento que o sistema de regulação de vagas faz toda a diferença. “A plataforma tecnológica da Duosystem, “Regula+”, utilizada pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), serviço que operacionaliza as ações de regulação da Secretaria da Saúde, proporciona mais transparência e otimização dos recursos disponíveis. Além disso, a Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo também adotou um novo modelo de atendimento para a prevenção do novo coronavírus nas farmácias de medicamentos especializados (alto custo), unidades estaduais que entregam remédios especializados à população. O “Remédio Agora” é um aplicativo móvel desenvolvido através da tecnologia “Medica+” da Duosystem para o agendamento da retirada de medicamentos, reduzindo filas e diminuindo expressivamente o tempo de espera nas farmácias”, conclui João Paulo Campi.