(Português) Plataforma da Duosystem intermedia agendamentos no AME Campinas

Press Releases . 16 . September . 2020 . Written by: Marketing
(Português) A partir de 1º de outubro, o AME de Campinas dará início às consultas, aos exames e aos procedimentos ambulatoriais para moradores da região. 

(Português) Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, a partir de 1º de outubro, o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Campinas dará início às consultas, aos exames e aos procedimentos ambulatoriais para moradores da região. A unidade passará a funcionar com um rol de 22 especialidades médicas e não médicas: Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Dermatologia, Vascular, Anestesiologia, Ortopedia, Mastologia, Cirurgia Plástica e Geral, Enfermagem, Fisioterapia, Psicologia, Nutrição e Terapia Ocupacional.

O espaço terá capacidade de realizar, mensalmente, 7 mil consultas, 1 mil exames e 300 cirurgias de menor complexidade. Somente neste ano, estão previstos 24 mil atendimentos nessas áreas. Nesse modelo, o agendamento de cada paciente deve ser feito pelo município de residência, por meio do sistema Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde), na modalidade ambulatorial. A Duosystem é a empresa de tecnologia responsável por desenvolver a plataforma pioneira que intermedia as regulações da central. Nossa solução permite às unidades de saúde, manterem contato em tempo real com médicos e técnicos das centrais de vagas, agilizando internações e a marcação de consultas e exames, por exemplo. O sistema possibilita o acompanhamento e monitoramento completo do processo de regulação, baseado na otimização dos recursos e em protocolos clínicos, garantindo total transparência às atividades.

Nossa plataforma auxilia os profissionais de saúde, no gerenciamento de todo o processo de regulação, garantindo mais eficiência e agilidade nos procedimentos. “Para se ter ideia, o apoio da TI permitiu a intermediação e o agendamento de 1,5 milhão de consultas,  exames e procedimentos, além de 76 mil regulações de urgência e mais de 93,7 mil internações ao longo do mês de agosto de 2020 no estado de São Paulo”, afirma o presidente da Duosystem João Paulo Baptista Campi.

“É indiscutível que as inovações tecnológicas revolucionaram a área da Saúde e estão contribuindo diretamente na prestação de atendimento humanizado e de qualidade à população. Os recursos já são protagonistas no cenário atual, trazendo experiências importantes de saúde a quem mais necessita”, conclui João Paulo Baptista Campi.

O AME Campinas foi ativado em abril pelo Governo do Estado, já com seu perfil assistencial reprogramado para atender exclusivamente casos graves do novo coronavírus. Os AMEs são unidades de alta resolutividade, com modernos equipamentos, que oferecem consultas, exames e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes. Atualmente, São Paulo conta com 60 unidades do tipo. O modelo começou a ser implantado em 2014 no estado.

Com a queda na demanda de COVID-19, o espaço agora passa por ajustes e medidas de desinfecção, seguindo todos os protocolos de higienização para operar dentro de seu perfil assistencial.

Com a nova dinâmica de funcionamento, eventuais casos de coronavírus da região poderão ser redirecionados a outros serviços de referência, como o Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o Hospital Estadual de Sumaré. Para atendimento aos casos do coronavírus, foram preparados 35 leitos no AME de Campinas, sendo 30 de UTI e cinco de enfermaria. A unidade começou a funcionar no dia 16 de abril e até o dia 10 de setembro, recebeu 297 casos de coronavírus e deu 216 altas.