Aplicativo “Remédio Agora” ultrapassa a marca de 100 mil usuários

Releases . 6 . outubro . 2020 . Escrito por: Marketing
Ferramenta desenvolvida pela Duosystem já registrou mais de 307 mil agendamentos para retirada de medicamentos em farmácias estaduais de “alto custo”. 

O aplicativo “Remédio Agora”, criado pelo Governo do Estado para facilitar a retirada de remédios de “alto custo”, atingiu ultrapassou a marca de 100 mil usuários.

Lançada em setembro de 2019, a ferramenta avisa sobre disponibilidade de remédios, permite que o paciente agende a data e o horário para retirada de medicamentos e, ainda, o reagendamento se pessoa não puder comparecer.

No decorrer de seu primeiro ano de funcionamento, já acumula 101,4 mil cadastros e 307 mil agendamentos.

A meta é que o sistema seja adotado por todos os pacientes das farmácias cadastradas e há orientações para que mais usuários adotem a iniciativa, que é prática e rápida: em cerca de 15 minutos, o paciente sai do serviço com seu medicamento em mãos. Além do conforto, o app também contribui com as medidas de prevenção da COVID-19 nas farmácias, otimizando o atendimento e evitando aglomerações. Por meio dele, foi possível reduzir em aproximadamente 25% o número de pessoas dentro de cada farmácia, em média.

Na capital, o aplicativo está disponível nas Farmácias do Componente Especializado Maria Zélia, Várzea do Carmo e Vila Mariana, que representam 70% dos usuários e 77% dos agendamentos. No Alto Tietê, foi implantado em Mogi das Cruzes, e seguindo a expansão gradativa, já chegou também à Campinas e Ribeirão Preto, no interior de SP.

O usuário pode programar a ida à farmácia e, com poucos “cliques”, selecionar os remédios que utiliza e marcar data e horário viáveis para retirá-los. Ao chegar na farmácia, basta clicar no botão digital “cheguei”, no próprio app, para confirmar a presença. Também é possível fazer a confirmação por meio de totens nas próprias farmácias.

O Remédio Agora permite ainda o agendamento da renovação do pedido para obtenção do remédio. Assim, o usuário consegue cadastrar a data de retorno à farmácia para apresentar documentos pessoais, exames e receita atualizada para a nova solicitação.

“Este aplicativo demonstra nosso compromisso de prover atendimento com qualidade e agilidade aos pacientes que precisam dos medicamentos de Alto Custo. Além de ser prático, é uma ferramenta que auxilia na prevenção da COVID-19 ao reduzir deslocamentos e tempos de permanência em espaços comuns”, diz o Secretário de Estado da Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn.

O aplicativo foi desenvolvido gratuitamente pela empresa Duosystem, especializada em inteligência e inovação e saúde, em parceria com a Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo).

“O app rompe barreiras físicas e proporciona maior cuidado e proximidade com o paciente em apenas um toque. Especialmente no momento de enfrentamento à pandemia de Covid-19, o objetivo é melhorar a atenção e o acesso na saúde, atendendo a procura desnecessária por um serviço de saúde e a exposição nestes locais”, declara o presidente da Duosystem, João Paulo Baptista Campi.

Como usar o “Remédio Agora”

O app está disponível na Google Play para instalação em smartphones com sistema Android, e em breve será possível fazer o download na App Store, para quem utiliza iOS. É necessário ter acesso à internet para utilizá-lo.

Depois de instalar o aplicativo, a pessoa deve cadastrar dados pessoais, como número do cartão SUS, data de nascimento e e-mail (não é obrigatório). É preciso que o paciente já tenha feito uma primeira retirada na farmácia, pois o cadastro também requer o código do Recibo de Dispensação do Medicamento (número localizado no canto inferior direito do documento entregue na unidade). O cidadão deverá criar uma senha, que é sigilosa e deverá ser guardada para futuros acessos.

O app consulta a data do último comparecimento. O agendamento deve ser feito em data no intervalo de 30 dias para retorno, com uma margem de até três dias antes e três dias depois, para que o paciente possa manter a regularidade do tratamento.