Dia Internacional da Proteção de Dados Pessoais é celebrado em 28 de janeiro

Releases . 28 . janeiro . 2020 . Escrito por: Marketing
A adoção de novas regras referentes ao tratamento de dados e de medidas operacionais e tecnológicas tem sido um tema recorrente em todo o mundo.

No dia 28 de janeiro, é celebrado o Dia Internacional da Proteção de Dados Pessoais.

A data foi instituída em 2006 pelo Conselho Europeu, para favorecer a conscientização dos cidadãos em relação à importância da privacidade e promover a proteção dos dados pessoais.

A adoção de novas regras referentes ao tratamento de dados e de medidas operacionais e tecnológicas tem sido um tema recorrente em todo o mundo.

Especialmente, no Brasil, com a publicação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais prevista para entrar em vigor em 2020, o assunto está em constante evidência.

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) brasileira / Lei 13.709/18, foi sancionada no dia 14 de agosto de 2018, com objetivo de regulamentar o uso, a proteção e transferência de dados pessoais com relação às operações realizadas por pessoa física e/ou jurídica, independentemente do meio, do país de sua sede ou do país onde estejam localizados os dados.

A medida visa a definição da forma de coleta dos dados pessoais, por empresas, governo e utilização das informações, proporcionando mais controle aos dados pessoais.

De acordo com a LGPD, dados pessoais são informações relacionadas à pessoa natural identificada ou identificável, sendo consideradas críticas, exigindo proteção adequada pelas organizações.

A Duosystem acredita que a segurança da informação é um pilar fundamental para a nossa evolução. “É por isso que promovemos continuamente adequações em nossos processos de trabalho, buscando trazer mais transparência, segurança e proteção das informações, declara o presidente da companhia”, João Paulo Baptista Campi. As empresas deverão treinar suas equipes com relação à deveres, direitos e punições relacionados à LGPD, mapear e monitorar as informações pessoais na organização, trabalhar no desenvolvimento de políticas institucionais voltadas à segurança da informação, além de investir em soluções de segurança de dados coletados e revisão dos processos de trabalho.

A utilização de dados coletados com a tecnologia da informação na saúde é uma prática realmente necessária, sendo fundamental prezar e garantir a segurança destas informações. “Além de proporcionar mais segurança jurídica à população e aos entes envolvidos no setor, a LGPD apoiará ainda mais, a tomada de decisão, otimização dos recursos e qualidade na operação assistencial”, afirma o vice-presidente da Duosystem, Jair Francisco Pó.

Em uma sociedade cada vez mais digital, é fundamental utilizarmos o Dia Internacional da Proteção de Dados Pessoais para refletir sobre os riscos da coleta dos dados pessoais, a extensão de seus direitos e inclusive, a preservação das informações de terceiros. A segurança da informação não é apenas sobre tecnologia e sim sobre pessoas e processos. O desafio de adequação às práticas de segurança da informação, consolidará a necessidade do uso ético, responsável e seguro dos dados pessoais, proporcionando a todos, mais transparência e evolução no setor da Saúde.