Informatização faz disparar regulações de urgências no SUS do Mato Grosso do Sul

Imprensa . 30 . outubro . 2018 . Escrito por: Roberta Leme
Plataforma tecnológica da Duosystem para a central de vagas do estado permitiu no ano passado 38 mil atendimentos de abril a dezembro e 63,4 mil neste ano, ante 9,4 mil em todo o ano de 2016, quando a regulação era operada via fax

A Duosystem, empresa de tecnologia especializada em inteligência e inovação em saúde, desenvolveu uma plataforma operacional pioneira para informatizar o sistema de regulação do SUS no Mato Grosso do Sul, o que fez disparar o número de chamados atendidos.

A primeira fase dos serviços contemplou a implantação do sistema de regulação de urgências no Estado, com base de dados atual de 230 mil pacientes. Desde o início da utilização do sistema, em abril de 2017 até o momento, a plataforma da Duosystem permitiu a intermediação de mais de 100 mil solicitações na região.

Em 2016, por exemplo, ano anterior a implantação da central de regulação, foram intermediadas 9,4 mil regulações de urgência. Somente em 2017, foram viabilizadas mais de 38 mil e em 2018, até o momento, já são mais de 63,4 mil solicitações.

A modernização do sistema possibilitou às unidades de saúde, a melhor tomada de decisão na distribuição dos recursos disponíveis, além de maior controle e qualidade no atendimento prestado ao cidadão.

Anteriormente, o serviço era realizado através de fax, recebendo menos da metade de solicitações registradas atualmente, além de garantir uma pequena taxa de resolutividade.

A companhia está trabalhando continuamente no desenvolvimento de tecnologias inovadoras voltadas ao setor da saúde. A próxima etapa será implementar a regulação do atendimento ambulatorial no SUS do Estado, com expectativa de chegar a uma base de 2 milhões de pacientes, aproximadamente.

No estado de São Paulo, a plataforma da Duosystem é usada pela central de vagas paulista, para intermediar a marcação anual de 9,4 milhões de consultas médicas, 6,4 milhões de exames, 1 milhão de internações e 421 mil regulações de urgência e emergência. A base de dados é de 23,5 milhões de pacientes, ou seja, mais da metade da população do Estado.

Os projetos da empresa são gerenciados por equipes de especialistas interdisciplinares capacitadas para utilizarem modernas técnicas e ferramentas de controle de sistemas, garantindo altos níveis de solução e confiabilidade.

“A Duosystem passa por um processo de transformação, trabalhando com metodologias ágeis e transparentes. A companhia possui como objetivo, levar soluções de inteligência e inovação em saúde, para outros estados e municípios brasileiros e ao setor privado, além de uma estratégia voltada para a internacionalização, ressalta o CEO da empresa, Denilson Mascarenhas”.